My Image

(47) 3433-7127
(47) 99970-0799
​​​​​ 

fale conosco​​​​​​​

My Image
PSICOPEDAGOGIA

PSICOPEDAGOGIA

O que é Psicopedagogia?


   É uma área de estudo, que busca na psicologia, psicanálise, psicolinguística, neurologia, psicomotricidade, fonoaudiologia, psiquiatria, entre outras, o conhecimento necessário para compreender como se dá o processo de aprendizagem nos indivíduos. 

Psicopedagogo Clínico:

​​​​​​​

   O Psicopedagogo clínico trabalha em consultório atendendo crianças, jovens ou adultos, com dificuldades de aprendizagem, tendo a parceria de outros profissionais (Pediatra, Neuropediatra, Fonoaudiólogo, Psicólogo, Psicomotricista, neuropsicólogo e terapeuta Ocupacional dentre outros) para o caso de haver necessidade de encaminhamento.

   O psicopedagogo Clínico atua em uma linha terapêutica, onde diagnostica, desenvolve técnicas interventivas, orienta pais e professores de forma que seu trabalho seja integrado e não individual. 

  Ele identifica as dificuldades e os transtornos que interferem na assimilação do conteúdo.

​​​​​​​   Ela não vê somente as dificuldades que o aluno apresenta na aprendizagem, mas suas potencialidades, e através dessas, pode ajudá-lo a superar suas dificuldades. 


​​​​​​​

Como é feito diagnóstico psicopedagógico?

​​​​​​​

     É realizada uma investigação na qual se procura compreender a forma que o indivíduo aprende e os desvios que possam estar ocorrendo nesse processo, para isso, utiliza-se no diagnóstico procedimentos específicos para melhor conhecer o paciente e a sua problemática, os quais são selecionados em função de cada indivíduo. Nesse processo diagnóstico participam tanto o indivíduo, quanto seus pais e professores.


Diagnóstico- Entendemos diagnóstico como o processo de investigação de uma queixa ou problema instaurado em uma pessoa, grupos e instituição como todo. Nele consiste todas as etapas desde anamnese, aplicação de provas e testes, visita à escola até a devolutiva.

Na psicopedagogia não entendemos diagnóstico como resultado (como é comumente conhecido na medicina). Desta forma o psicopedagogo realiza o processo de investigação (o diagnóstico) e logo em seguida prepara o informe e encaminhamentos para que o profissional da área médica atestar em laudo ou refutar as hipóteses psicopedagógicas.
​​​​​​​

Defendemos que o psicopedagogo pode e deve usar na literatura e no seu linguajar o termo diagnóstico-primeiramente-porque não há nada que o impeça. Segundo porque o trabalho do psicopedagogo vai muito além de observar e avaliar a situação. Ele aplica provas e testes e utiliza método clínico de investigação.

“Todo diagnóstico é, em si, uma investigação, é uma pesquisa do que não vai bem com o sujeito em relação a uma conduta esperada. Será, portanto, o esclarecimento de uma queixa, do próprio sujeito, da família e na maioria das vezes, da escola. No caso, trata-se do não-aprender, do aprender com dificuldade ou lentamente, do não-revelar o que aprendeu, do fugir de situações de possível aprendizagem”. WEISS     


Como é a Intervenção Psicopedagógica?


   Intervenção é o ato de interferência no problema com metas programadas para a obtenção de resultados que supere as queixas e problemas /dificuldades/transtornos encontrados.

   São estratégias elaboradas para que o paciente aprenda o caminho de desenvolvimento de suas habilidades.

  A intervenção é realizada após a avaliação exploratória ou avaliação diagnóstico. Diferente de um reforço, o psicopedagogo não vai ensinar o paciente a realizar uma atividade, pelo contrário ele vai fazer com ele descubra como realiza-la sozinho, sendo apenas o mediador/ facilitador para que este processo seja prazeroso e de sucesso.



Lindamir Ruon Maestri

Psicopedagoga
Neuropsicopedagoga 
​​​​​​​Reg.N°524/93